storage

Menu

{{ 'patrocinador.meus-editais.show' | translate }}

Stop Slavery Award

{{ 'painel-configuracoes.inscricao-divulgacao' | translate }}

{{ 'empreendedor.show.inscricoes' | translate }}:

{{oportunidade.inicio_inscricoes | date:"dd/MM/yyyy"}} {{ 'painel-configuracoes.de-ate' | translate }} {{oportunidade.encerramento_das_inscricoes | date:"dd/MM/yyyy"}}

{{'painel-configuracoes.aguardando-aprovacao' | translate}}.

{{ 'parecer.sobre' | translate }}

Estão abertas as inscrições para o Stop Slavery Award, prêmio lançado pela Thomson Reuters Foundation para reconhecer agentes-chave na luta global contra a escravidão.

A premiação tem como objetivos criar um ciclo virtuoso ou paradigma positivo, demonstrando que as empresas podem realmente desempenhar um papel crítico na interrupção da tragédia da escravidão moderna em todo o mundo; aumentar a conscientização sobre as questões do trabalho forçado, as piores formas de trabalho infantil e outras formas de escravidão moderna;advogar um melhor resultado para as vítimas da escravidão moderna e do tráfico de pessoas; entre outros.

Podem participar da chamada colaborações entre setores, organizações de base nas linhas de frente, jornalistas que tratam do assunto, além de pequenas e médias empresas que estão eliminando o trabalho forçado de suas cadeias de suprimentos.

Os interessados podem se inscrever até o dia 2 de outubro de 2020, pelo site da iniciativa. 

Para mais informações, acesse o regulamento completo no site.

{{ 'painel-configuracoes.descricao-sobre' | translate }}

Estão abertas as inscrições para o Stop Slavery Award, prêmio lançado pela Thomson Reuters Foundation para reconhecer agentes-chave na luta global contra a escravidão.

A premiação tem como objetivos criar um ciclo virtuoso ou paradigma positivo, demonstrando que as empresas podem realmente desempenhar um papel crítico na interrupção da tragédia da escravidão moderna em todo o mundo; aumentar a conscientização sobre as questões do trabalho forçado, as piores formas de trabalho infantil e outras formas de escravidão moderna;advogar um melhor resultado para as vítimas da escravidão moderna e do tráfico de pessoas; entre outros.

Podem participar da chamada colaborações entre setores, organizações de base nas linhas de frente, jornalistas que tratam do assunto, além de pequenas e médias empresas que estão eliminando o trabalho forçado de suas cadeias de suprimentos.

Os interessados podem se inscrever até o dia 2 de outubro de 2020, pelo site da iniciativa. 

Para mais informações, acesse o regulamento completo no site.

{{ 'parecer.diminuir' | translate }}

{{ 'parecer.fonte-financiamento' | translate }}

  • Recursos próprios

{{ 'parecer.locais-atuacao' | translate }}

País(es):

  • location_on

    Internacional

{{ 'parecer.area-atuacao' | translate }}

  • {{'area.area_' + '12' | translate }}

  • {{'area.area_' + '9' | translate }}

  • {{'area.area_' + '6' | translate }}

Resultados

{{ 'aba-meus-editais.central-editais' | translate }}

Publicado por


Thomson Reuters Foundation

{{ 'empreendedor.show.patrocinador-dono' | translate }}

{{ 'parecer.arquivos-complementares' | translate }}

Não existem arquivos a serem visualizados

{{ 'projeto.show.compartilhe-pagina' | translate }}