storage

Menu

{{ 'patrocinador.meus-editais.show' | translate }}

Journalism Relief Fund

{{ 'painel-configuracoes.inscricao-divulgacao' | translate }}

Inscrições contínuas

{{'painel-configuracoes.aguardando-aprovacao' | translate}}.

{{ 'parecer.sobre' | translate }}

Estão abertas as inscrições para o Journalism Relief Fund, fundo para jornalistas mulheres e não binárias criado pela International Women's Media Foundation.

O objetivo é auxiliar jornalistas que perderam o trabalho, foram recentemente demitidas ou precisam urgentemente de assistência, como assistência para evitar perder a moradia e insegurança alimentar; cuidados médicos agudos e serviços de saúde mental; creche para filhos; e suporte legal.

Podem se inscrever na chamada jornalistas que se identificam como mulheres, precisam urgentemente de assistência e se encaixam nos seguintes critérios: 

  • Ser uma repórter fixa ou freelancer, trabalhando em qualquer meio, cuja profissão principal seja o jornalismo (a prioridade seria dada a freelancers e jornalistas demitidos recentemente); 
  • Trabalhou em período integral como jornalista nos seis meses anteriores à solicitação de assistência;
  • Solicitar assistência diretamente relacionada à crise de saúde global;
  • Não possuir outras fontes de renda disponíveis no momento.

As inscrições são contínuas e as interessadas devem se inscrever por meio da plataforma Submittable

O fundo fornecerá pequenas doações de até 2 mil dólares americanos, cerca de R$10 mil, por solicitação, mas será dada atenção a casos especiais que tiverem maior necessidade financeira. Para mais informações, acesse o edital completo no site.

{{ 'painel-configuracoes.descricao-sobre' | translate }}

Estão abertas as inscrições para o Journalism Relief Fund, fundo para jornalistas mulheres e não binárias criado pela International Women's Media Foundation.

O objetivo é auxiliar jornalistas que perderam o trabalho, foram recentemente demitidas ou precisam urgentemente de assistência, como assistência para evitar perder a moradia e insegurança alimentar; cuidados médicos agudos e serviços de saúde mental; creche para filhos; e suporte legal.

Podem se inscrever na chamada jornalistas que se identificam como mulheres, precisam urgentemente de assistência e se encaixam nos seguintes critérios: 

  • Ser uma repórter fixa ou freelancer, trabalhando em qualquer meio, cuja profissão principal seja o jornalismo (a prioridade seria dada a freelancers e jornalistas demitidos recentemente); 
  • Trabalhou em período integral como jornalista nos seis meses anteriores à solicitação de assistência;
  • Solicitar assistência diretamente relacionada à crise de saúde global;
  • Não possuir outras fontes de renda disponíveis no momento.

As inscrições são contínuas e as interessadas devem se inscrever por meio da plataforma Submittable

O fundo fornecerá pequenas doações de até 2 mil dólares americanos, cerca de R$10 mil, por solicitação, mas será dada atenção a casos especiais que tiverem maior necessidade financeira. Para mais informações, acesse o edital completo no site.

{{ 'parecer.diminuir' | translate }}

{{ 'form.oportunidade.limite-projeto' | translate }}

US$ 2,000.00

{{ 'parecer.fonte-financiamento' | translate }}

  • Recursos próprios

{{ 'parecer.locais-atuacao' | translate }}

País(es):

  • location_on

    Internacional

{{ 'parecer.area-atuacao' | translate }}

  • {{'area.area_' + '12' | translate }}

{{ 'parecer.publico-alvo' | translate }}

  • {{'publico.publico_' + '4' | translate }}

Resultados

{{ 'aba-meus-editais.central-editais' | translate }}

Publicado por


International Women's Media Foundation

{{ 'empreendedor.show.patrocinador-dono' | translate }}

{{ 'parecer.arquivos-complementares' | translate }}

Não existem arquivos a serem visualizados

{{ 'projeto.show.compartilhe-pagina' | translate }}